sábado, 7 de junho de 2014

Seminário Escolas Sustentáveis no Dia do Meio Ambiente - O futuro está presente!



No Dia Mundial do Meio Ambiente – 05 de junho, o Projeto Escolas Sustentáveis com apoio do Sindicato Rural de Soledade e Região, 25ª Coordenadoria Regional de Educação do RS, Sicredi Botucaraí e Secretarias Municipais de Educação dos municípios de Barros Cassal, Ibirapuitã e Tio Hugo no RS, realizou um seminário para a capacitação dos educadores – professores, supervisores, pedagogos, agentes educacionais - das escolas públicas desta região para o ensino contextualizado, eficiente e eficaz da educação ambiental. Participaram também alunos do Ensino Médio Politécnico do Instituto Estadual São José e o Departamento de Meio Ambiente, ambos do município de Soledade/RS.

Na abertura o Coordenador do Projeto Escolas Sustentáveis e Diretor do Cenatec, Antonio Silvio Hendges explicou que o slogan ‘O futuro está presente!’ que identifica o projeto, está relacionado com a capacidade de construirmos agora a configuração que queremos para o futuro, por isso ele já está presente em nossas ações ou omissões e a educação ambiental é um dos principais instrumentos para a aproximação da realidade que queremos construir. O representante do Sindicato Rural, Zalluar Pedro que representava o presidente da entidade, Josoé Samir Lamaison, destacou a parceria como parte da responsabilidade ambiental e social desta instituição, presente desde 1938 na organização e defesa dos produtores rurais. Cinara Trentini Hartmann, Coordenadora Pedagógica da 25ª CRE enfatizou que é fundamental o diálogo entre a educação ambiental formal – realizada através dos currículos escolares e não formal – responsabilidade das empresas e organizações civis como os sindicatos, cooperativas e ONG/Oscip.

A palestra inicial sobre a educação ambiental e a sustentabilidade nas escolas urbanas e rurais foi realizada pelo Coordenador do Projeto Escolas Sustentáveis e Diretor do Cenatec, professor de biologia pós graduado em auditorias ambientais, Antonio Silvio Hendges, que abordou o conceito, os princípios, os objetivos, as diretrizes e os instrumentos da Política Nacional de Educação Ambiental – Lei 9.795/1999 e Decreto 4.281/2002 – e exemplos objetivos da sua aplicação de formas multi, trans e interdisciplinares na educação ambiental. Durante os debates, os participantes apresentaram exemplos bem sucedidos e também problemas relacionados aos projetos desenvolvidos nas comunidades escolares em uma perspectiva de aprimorar as ações para soluções compartilhadas. O Dr. Waner Sanches Barreto, convidado especial do evento que conduziu o debate, ressaltou algumas possíveis ações que podem tornar os passivos ambientais existentes nas escolas em ativos permanentes para uma educação ambiental de qualidade.

Na parte da tarde, a principal palestra foi realizada pelo filósofo pós graduado em educação ambiental pela Universidade da Catalunha na Espanha, direito ambiental pela UNIP e Diretor do Cened Cursos, Amarildo Ferrari que abordou a história e as perspectivas da educação ambiental, destacando a importância dos educadores para a construção de alternativas sustentáveis viáveis e dialógicas não somente nas comunidades escolares, mas permeabilizando para toda a sociedade os conhecimentos, habilidades, competências, valores sociais  e atitudes relacionadas com a educação ambiental como indutora de uma sociedade equilibrada ecologicamente, com justiça social e respeito aos direitos humanos, sem preconceitos ou discriminações.

 No encerramento do seminário, as professoras Rosa Maria Quevedo Giovanoni, Medianeira Gueller Vivian e alunos do Ensino Médio Politécnico do Instituto Estadual São José, apresentaram a experiência desenvolvida nesta escola, principalmente a separação adequada dos resíduos não somente no ambiente escolar, mas ampliando para suas residências e comunidades. A compostagem dos resíduos orgânicos e a implantação de hortas escolares é um dos principais resultados positivos deste projeto desenvolvidos pelos educadores e alunos deste estabelecimento de ensino.

O projeto Escolas Sustentáveis agradece aos apoiadores e participantes deste evento, rádios Cristal AM, Soledade AM, Voz Soledadense FM e jornal Informativo Regional pela cobertura realizada, inclusive com intervenções ao vivo.


O Sindicato Rural de Soledade e Região, parceiro do Projeto Escolas Sustentáveis na realização deste evento, desde 1938 atua na organização dos produtores rurais dos municípios de Barros Cassal, Ibirapuitã, Mormaço, Tio Hugo e Soledade.

A logomarca é uma criação do artista plástico Jorge Rauber que deixou muitas obras e criações na Região do Alto da Serra do Botucaraí, onde se localizam estes municípios. Identifica as cores do Rio Grande do Sul mescladas com as cores de Soledade. No centro, simbolizando a união, a figura estilizada do produtor rural, reunindo o gado no famoso entardecer de Soledade.

3 comentários:

  1. Parabéns Escolas Sustentáveis pela grandioso Evento no dia Mundial do Meio Ambiente em prol da Educação Ambiental como ferramenta essencial na Educação Nacional.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado por sua leitura, participação em nosso blog, opinião e apoio ao Projeto Escolas Sustentáveis, inclusive na parceria do Projeto AJO na pesquisa que pretendemos realizar em conjunto sobre o desenvolvimento e tendências da educação ambiental no Brasil, no ensino formal e nos currículos escolares e também na educação ambiental informal, responsabilidade de toda a sociedade.

    Estes dois instrumentos da educação ambiental devem colaborar para o desenvolvimento de projetos e programas de educação ambiental que dialoguem com as representações sociais das comunidades escolares e resultem em projetos eficientes, eficazes e contextualizados nas escolas e principalmente nas próprias comunidades escolares.

    Muito Obrigado. Deixe sempre sua opinião, ela é muito bem vinda e essencial para nossa construção coletiva do presente e futuro que precisamos.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Cenatec! Estamos juntos para somar forças "Escolas Sustentáveis e Projeto AJO Ambiental". Será um prazer poder contribuir para multiplicar boas ações em prol da Educação do nosso país.

    ResponderExcluir