terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Educação para uma Sociedade Sustentável

O FUTURO É HOJE!
Convidamos as profissionais da área de educação Profª Renata Tonet e Profª Ms Lúcia Helena Romitelli para escreverem sobre a educação, necessária para que tenhamos uma sociedade sustentável, além de darem suas opiniões sobre o assunto. Você confere, a seguir, o artigo enviado por elas, que trata sobre a educação para uma sociedade sustentável do ponto de vista de educadores.
Estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numa época em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medida que o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro enfrenta, ao mesmo tempo, grandes perigos e grandes promessas. Para seguir adiante, devemos reconhecer que, no meio da uma magnífica diversidade de culturas e formas de vida, somos uma família humana e uma comunidade terrestre com um destino comum. Devemos somar forças para gerar uma sociedade sustentável global baseada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz. Para chegar a este propósito, é imperativo que nós, os povos da Terra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros, com a grande comunidade da vida, e com as futuras gerações.
(Carta da Terra, 2004)
"Diferentes grupos, jovens em idade escolar, ONGs, associações de bairros, etc., sentem-se como nós: cheias de boas intenções, encantadas com vocabulário “ecologiques“ – que vão de uma simples propaganda de papel reciclado a discurso político.
Mas o que realmente estamos fazendo? Como estamos fazendo?
E mais importante ainda – estamos fazendo algo para que nosso planeta tenha um futuro?
Como a escola, tem se comportado diante dessa urgência?
A escola deve criar mecanismos para promover um diálogo entre as diversas disciplinas, atender de verdade os pressupostos contidos nos Parâmetros Curriculares Nacionais e trabalharmos, todos com mangas arregaçadas em educação para sustentabilidade.
Muito se tem a fazer, muito se tenta fazer... feiras, disciplinas, gincanas, novos conteúdos... enfim...
Mas nós professores somos sempre sacudidos por pensamentos, considerados quase proibidos: estamos construindo o pensar???
Talvez aqui esteja a chave!!!
Todos nós precisamos cultivar o interesse pela cultura, estimular o prazer da interrogação, provocar o raciocínio e a reflexão crítica, nos colocarmos no centro da discussão da urgência em considerarmos nossas ações mais simples em poderosas atitudes a favor da sustentabilidade.
Desde os primeiros Homo sapiens, das primeiras organizações humanas, as grandes civilizações que se estabeleceram, até aos poderosos países aglomerados, cada atitude individual ou coletiva, cada fenômeno técnico ou tecnológico sempre passou primeiro pelo ato de pensar.
Daí a importância da escola, construir o pensar... depois as ações individuais e coletivas surgirão e surtirão efeitos desejados.
A escola tem meios e deve sempre se cobrar para educar para a sustentabilidade, saúde, ações políticas e públicas de cidadania saudável não pode ser mais deixada para outras gerações.
Necessitamos com urgência de uma visão compartilhada de valores básicos para proporcionar um fundamento ético à comunidade mundial emergente. Portanto, juntos na esperança.....
O mundo hoje se preocupa com os cuidados necessários na gestão da exploração agropecuária e dos recursos naturais nela utilizados; mas e os recursos humanos? Será que estão sendo devidamente explorados? A produção do HOMEM está sendo gerenciada de maneira a proporcionar oportunidades de produzirmos cidadãos críticos, com clareza de idéias a respeito do futuro que estamos produzindo hoje?
Algumas sociedades já se mobilizam efetivamente com relação à sustentabilidade, mas este percentual ainda é muito pequeno, precisamos nos tornar grandes, e com certeza este caminho passa pelos bancos das escolas.
A educação, o conhecimento, o saber é que são as ferramentas de um desenvolvimento sustentável, pois só com ações sustentáveis, vindas de um pensamento, de uma filosofia de vida sustentável é que conseguiremos vislumbrar um mundo para todos.
A ESCOLHA É SUA!"
Renata Tonet é Professora na área de Agropecuária na Etec BeSt, formada em Zootecnia pela Universidade Federal de Vicoça e Coordenadora da Etec BeSt de Jundiaí/SP.
Lúcia Helena Romitelli é Professora na área de Agropecuária na Etec BeSt, formada em Zootecnia pela UNESP e Mestra em Engenharia Agrícola pela UNICAMP.
Publicação original em:
http://www.vianet.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=469%3Asemanadomeioambiente8&catid=67%3Aresponsabilidadesocial&Itemid=246 

Nenhum comentário:

Postar um comentário